Existe correlação entre calvície e acne?

Sim, a superprodução de sebo no couro cabeludo tem sido associada à perda de cabelo, especialmente a queda de cabelo androgênica.
O sebo mantém o cabelo e a pele flexíveis. Este é o tipo de óleo que a sua pele produz a partir das glândulas sebáceas. Essas glândulas hipertrofiam e aumentam durante a puberdade a partir do aumento da testosterona, quando as moléculas de testosterona fluindo livremente se ligam às enzimas 5-AR1 na pele, reduz-se a DHT, o que aumenta a atividade dessas glândulas para produzir sebo (óleo). A teoria por trás de seu papel na perda de cabelo é esta:

1- Bloqueia oxigênio e nutrientes no couro cabeludo de atingir os folículos pilosos, revestindo os folículos exteriores sob a pele e por cima.

2- As glândulas sebáceas hiperativas são precursoras de uma alta redução de DHT. Portanto, se você tem alta atividade de redutase de 5-AR1 (que é a principal causa de acne), então você provavelmente tem alta atividade de 5-AR2 também, o que é diretamente para AGA como explicado anteriormente.

3- O sebo é um ambiente perfeito para o crescimento de bactérias e fungos. Seu sistema de imunidade detecta isso como uma proteína estranha de fora do corpo e ataca o couro cabeludo e os folículos capilares para evitar a “contaminação”. Essa resposta biológica aprisiona o sangue no couro cabeludo e causa couro cabeludo inflamado, coceira e, muito provavelmente, perda de cabelo também.

Foto por Scott Webb on Unsplash

Deixe um comentário

pt_BRPortuguese